porGabriela Gestão Click

User Onboarding – Melhore a conversão e retenção em seu SAAS

User OnBoarding: o que é?

“Usuário onboarding” não significa o que você acha que significa.

O termo é muito usado no mundo dos softwares, mas tem definições variadas – até para pessoas da mesma equipe! Alguns dizem que está ensinando novos usuários, outros que é indistinguível da experiência do usuário, enquanto outros imaginam que é apenas uma tela de furto ou um rápido tour pelo produto.

Como você deve ter uma conversão de usuários se sua equipe não conceituar User OnBoarding? Vamos esclarecer o que é e o que não é.

Como funciona

User Onboarding é o sistema que orienta ativamente os usuários a encontrar novos valores em seu produto.

Essa definição funciona bem por dois motivos:

  1. Começa antes mesmo de um usuário se inscrever . Se estende além do ponto que eles convertem para uma conta premium.
  2. Para tornar os usuários bem-sucedidos, você também precisa mostrar por que eles precisam usá-los e dar a eles a ajuda de que precisam para encontrar valor.

Para aplicar efetivamente esses princípios, você precisa de muito mais do que apenas uma ótima experiência em UX ou um tour de produtos. Você precisa entender seu cliente e incentivá-lo a seguir os próximos passos apropriados.

Conclusões

O User Onboarding possibilita o aumento exponencial de vendas e mercado para sua empresa. Porém para que isso ocorra é preciso que haja um onboarding claro e efetivo aos parceiros e, principalmente, após esta etapa o desenho de um suporte para que os representantes tenham segurança na demonstração e implantação do software.

Tours de produtos são realmente úteis, especialmente para usuários iniciantes. Mas eles são apenas um dos muitos canais que você precisa usar para uma integração eficaz.

Começa com o que o usuário precisa: o e-mail pode fornecer um estudo de caso para voltar a se envolver fora do seu aplicativo, enquanto o bate-papo no aplicativo pode ajudar de forma preventiva quando os usuários ficam presos. A integração não pode simplesmente começar e terminar com um tour de produtos, pois você sempre pode aprofundar o domínio do usuário sobre seu produto com mais orientação.


porGabriela Gestão Click

Automação de processos com Tecnologia da Informação

4 exemplos de automação de processos com tecnologia

Se você é empreendedor ou gestor de uma empresa com certeza passa boas horas do seu dia buscando formas de aumentar a visibilidade do seu negócio e também de torná-lo mais rentável.

Existem inúmeras maneiras de conseguir bons resultados para esse objetivo, mas certamente a maioria delas passa pela automação de processos, através do uso de recursos tecnológicos disponíveis no mercado.

Tirar a empresa da acomodação e colocá-la em um lugar de destaque nesse mercado extremamente competitivo é necessidade para que o negócio cresça e alcance os resultados esperados.

A automação de processos é parte de uma gestão de inovação, que se preocupa em melhorar a rotina e as operações da empresa, e isso contribui ativamente também para o sucesso.

Isso porque melhorar a eficiência do trabalho, reduzir o desgaste dos colaboradores e reduzir os custos interferem bastante no dia a dia e, principalmente, nos resultados da empresa.

E se você pensa que a tecnologia não pode ser utilizada por pequenas empresas, ou que a inovação exige um alto investimento, está enganado. Mesmo as pequenas e médias empresas podem contar com recursos próprios para suas necessidades, e com valores bastante acessíveis.

O que é automação de processos?

Automação de processo pode ser entendida como a integração da tecnologia à rotina da empresa, de forma a ajudar todos os participantes dela a trabalharem de maneira mais eficiente.

A principal utilização é em processos burocráticos e repetitivos, que não exigem análises e que são bastante suscetíveis a erros e retrabalho, atividades exaustivas.

Ela tem como finalidade simplificar e agilizar a execução de tarefas, gerando economia de tempo e de recursos para a empresa.

Principais benefícios da automação de processos

Cada vez mais empresas descobrem a importância de utilizar a tecnologia em favor de seus negócios e já sentem os benefícios, que são vários, e acabam se tornando mais competitivas no mercado. Veja quais são os principais benefícios:

  • Aumento da produtividade
  • Integração entre setores e processos
  • Padronização de serviços
  • Facilidade de acompanhamento das atividades
  • Agilidade na identificação de falhas
  • Redução dos custos operacionais

Tipos de automação de processos

A automação de processos pode ser aplicada em diversos setores, contribuindo para o melhor aproveitamento do tempo dos funcionários, muitas vezes gerando a escalabilidade necessária para o crescimento da sua empresa.

  • Gestão de tarefas e projetos

Quando você tem uma equipe de funcionários pode ser difícil acompanhar o que cada colaborador está desenvolvendo, e ainda manter em dia os prazos e informações necessárias.

Utilizar um software de gestão de tarefas facilita já que é possível visualizar no que cada colaborador está trabalhando, assim como acompanhar os prazos e fornecer os dados importantes para o desenvolvimento de cada atividade. Tudo em tempo real e online.

  • Gestão empresarial

Como gestor ou empreendedor, certamente você sempre têm muitas atividades a serem acompanhadas e precisa estar constantemente atento às nuances do mercado e as implicações para a sua empresa.

Para desempenhar bem a sua função é preciso que todas as informações referentes à empresa estejam registradas e organizadas, caso contrário pode tomar decisões equivocadas que prejudicam o negócio.  

O uso de  um sistema de gestão empresarial facilita esse acompanhamento, já que eles integram os setores da empresa e as informações registradas são compartilhadas adequadamente com quem precisa dos dados.

O módulo de emissão de relatórios organiza todas as informações registradas nos setores de vendas, financeiro, estoque, fiscal, e outros, e realiza o agrupamento dos dados, gerando relatórios simples de serem analisados, e sempre atualizados em tempo real.

  • Comunicação com os clientes

Cada vez mais é importante estar acessível aos clientes, porém essa atividade costuma demandar bastante tempo. Mas a tecnologia também ajuda com recursos que permitem a criação de chats automatizados que conseguem interagir com o cliente sem a necessidade de um funcionário real.

Essa solução costuma eliminar bastante trabalho, e permite que o colaborador atenda apenas os clientes que realmente precisam de uma atenção especial.

  •   Marketing

O marketing hoje é item de primeira necessidade nas empresas. Saber quem são os seus clientes, o que eles esperam e como se relacionar adequadamente é fundamental para gerar boas vendas.

A automação de processos de marketing permite que sejam capturadas importantes informações sobre os clientes da empresa e organiza tudo para que os dados sejam utilizados para gerar mais resultados.

A automação de processos aparece como uma solução moderna e essencial para a maioria das empresas, sendo vista, muitas vezes, como uma ação estratégica e inteligente de gestão.

 

porGabriela Gestão Click

ERP e Gestão de Projetos – uma visão Holística

ERP E FERRAMENTAS DE GESTÃO DE PROJETOS UMA VISÃO HOLÍSTICA
Integração de sistemas

Introdução

Um sistema ERP – Enterprise Resource Planning (planejamento dos recursos da empresariais) quando integrado à ferramentas de gestão de projetos,  otimiza os processo organizacionais.

Um ERP deve ser de fácil uso. Sua usabilidade deve ser otimizada e guiar os usuários em suas tarefas.  

Integra tarefas de diferentes setores dentro de uma empresa ou ainda com parceiros comerciais. Com isso a organização ganha dinamismo nos processos. Consequentemente reduz o custo de operação maximizando o ROI – Return of Investment.

Já sistemas de gestão projetos, são utilizados para realizar a monitoria e controle. Os sistemas de gestão de projetos registram indicadores, tarefas, prazos e critérios da qualidade. Servem como suporte na tomada de decisão do Product Owner (gerente de projetos).

Neste post vamos elucubrar sobre esses dois conceitos: ERP e Gestão de Projetos.

Sistemas erp

Um ERP faz com que a organização se comporte como uma Entidade. Um organismo interdependente onde as partes são coesas e  integradas.

Sofre influências do mercado externo e dos colaboradores internos. Deve suportar a tomada de decisão dos gestores por meio da criação de indicadores de desempenho – BSC (Balance Score Card). 

Entre as principais caractersíticas deste sistema podemos citar:

  • Controle de Estoque
  • Controle de Vendas
  • Controle Financeiro
  • Emissão de Documentos Fiscais
  • Automação de Tarefas Manuais
  • Redução de Erros
  • Informação no tempo, formato e com os critérios de qualidade da empresa
  • Elimina erros de sincronização entre diferentes sistemas
  • Reduz impressão de papel

Ferramentas de gestão de projetos

Para quem conhece um gráfico de GANTT ou o significado de tempos e movimentos sabe do que se trata.

Em resumo as ferramentas de gestão de projetos alinhadas com as estratégias de produção contextualizadas geram resultados.

Para se obter a capacidade de colaborar e compartilhar as informações e conhecimentos contidos nos projetos empregamos as ferramentas. Vejamos recursos indispensáveis:

Cada etapa dessas serão produzidos artefatos para auxiliar na tomada de decisão. Essas informações podem ser compartilhadas no ERP. 

A empresa poderá explorar uma gama de indicadores que podem ser criados na junção desses dois sistemas.

ERP e gestão de projetos - COnsiderações

Como vimos os dois sistemas podem ser integrados, pois terão caráter complementar. 

Para essa integração pode ser necessário uma empresa como Morettic para sincronizar os dados e informações nas duas plataformas.

No mercado existem ótimos softwares de ERP e gestão de projetos. 

Para a gestão imobiliária, recomendamos o Genimo.   O Genimo possui um canal de Vendas através de um plugin para o WordPress. Para outros segmentos recomendamos o ERP Web da Gestão Click Todas empresas Startups brasileiras!

Happy Coding! 😀