Bolsomito 2k18 – Novo Jogo disponível na Steam estilo pixel art

porLuis Augusto Moretto

Bolsomito 2k18 – Novo Jogo disponível na Steam estilo pixel art

Bolsomito 2k18

Bolsomito 2K18 é um jogo pixel-art que conta a história de um homem farto de viver em uma sociedade corrompida por um inimigo ideológico, que pretende se perpetuar no poder através de uma ditadura comunista.

Bolsomito 2k18 - Jogo da Steam

Bolsomito 2k18 – Jogo da Steam

Inspiração

O jogo é inspirado no atual momento político brasileiro e tem como protagonista um cidadão de bem que está cansado da crescente corrupção e inversão de valores que abala a sociedade.

Seu objetivo principal é acabar com os líderes do temido exército vermelho, responsável por alienar e doutrinar grande parte da nação, para que defendam e lutem por suas causas terríveis.

No entanto, para chegar nos cabeças da organização, o Bolsomito deverá enfrentar diferentes grupos que tinham como missão defender o povo, mas hoje, nada mais são que marionetes do exército vermelho.

Jogabilidade

Nada fiel aos grandes clássicos beat ‘em ups, Bolsomito 2k18 conta com muita porrada, sátiras e mecânicas diferenciadas que o fazem único.

Design

Qualquer semelhança é mera referência. Desenvolvido em pixel art, Bolsomito 2k18 lhes apresentará diversos cenários únicos do Brasil, além de contar também com uma variedade grande de veículos e referências nacionais que vão desde inimigos até simpatizantes da luta contra o comunismo.

Polêmica com o Ministério Público DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu um inquérito civil público para investigar os criadores do jogo “Bolsomito 2K18” nesta quarta-feira, 10. Desenvolvido pela BS Studios, o game causou polêmica ao ter como protagonista o candidato Jair Bolsonaro (PSL) e dar pontos ao jogador que matar pessoas pertencentes a minorias e integrantes de movimentos sociais. A loja Steam, que está distribuindo o game, também será investigada.

O inquérito foi aberto pela Comissão de Proteção de Dados Pessoais do MPDFT e pelo Núcleo de Enfrentamento à Discriminação. No documento, o Ministério Público afirma que o jogo “causa danos morais coletivos aos movimentos sociais, gays e feministas”. Além disso, o órgão acredita que o título tem como objetivo prejudicar o candidato à Presidência da República e embaraçar as eleições 2018.