Como calcular margem de lucro em micro e pequenas empresas 🤹🏿‍♀️

porHellen Gestão Click

Como calcular margem de lucro em micro e pequenas empresas 🤹🏿‍♀️

Você sabe como está a margem de lucro da sua empresa? Esse dado é fundamental para construir um negócio bem-sucedido, mas mesmo assim, muitos empresários não sabem como calcular.

Um erro comum na administração de micro e pequenas empresas é focar apenas no mark-up, ou seja, no percentual aplicado para se chegar ao preço de venda do produto e desconsiderar os demais custos fixos e variáveis.

Antes de ver como calcular margem de lucro, devemos rever o conceito de lucro. Basicamente, o lucro é o faturamento obtido com as vendas menos os custos de produção.

De forma simples, temos: 

Lucro bruto = receitas totais – custos

Com essa informação já é possível ter uma boa noção de como está o financeiro do negócio, mas para se ter um desenho mais exato, podemos calcular a margem de lucro.

Calcular a margem de lucro é bastante simples. Depois de saber o valor do lucro bruto, basta dividir pela receita total e multiplique o resultado por 100.

Margem de lucro = lucro bruto / receitas totais x 100

Por exemplo, se uma empresa faturou R$ 20 mil em um mês e, no mesmo período, teve custos de produção de R$ 13 mil. Desconsiderando os impostos e tributos, podemos dizer que seu lucro bruto foi de R$ 7 mil.

A sua margem de lucro se dará pela divisão dos R$ 7 mil de lucro bruto pelos R$ 20 mil de receita.  Portanto, é de 35%.

Por que calcular margem de lucro é tão importante?

O lucro é fundamental para uma empresa se manter competitiva e prosperar. Afinal, quando se abre um negócio, se tem em mente o sucesso, a independência financeira, sonhos e expectativas que só serão alcançados se a empresa gerar uma margem de lucro ideal.

Somente o lucro bruto ainda é um parâmetro relativo, já a margem de lucro, informa com mais precisão a saúde do seu negócio e a eficiência na geração de capital.

Ao conhecer a margem de lucro, poderá tomar melhores decisões a respeito da gestão e traçar os melhores planos para que alcance maiores lucros.

Uma margem de lucro pequena pode significar que seus custos são muito elevados. Nesse caso, será necessário tomar medidas a fim de tornar sua linha de produção mais eficiente antes que tenha prejuízos.

Outra possibilidade é a receita insuficiente, seja por falta de divulgação, pouca aceitação dos clientes, etc.

Mesmo sendo uma informação essencial, ainda é preciso calcular a margem de lucro líquido para se ter um panorama adequado da sua lucratividade. 

Margem de lucro líquida

A margem de lucro bruta leva em conta somente os custos brutos, diretos, que são aqueles que se relacionam diretamente com a produção de um produto, tais como matéria-prima, mão de obra, transporte.

Porém, em um negócio há muito mais gastos que não são diretamente relacionados ao produto.

A margem de lucro líquida abrange todos os custos, que além dos de execução dos serviços, inclui também o aluguel, a manutenção, despesas com a administração, contas de água, luz e internet, tributação e encargos sobre folha, impostos, entre outros.

Em outras palavras, o lucro líquido é obtido a partir do lucro do bruto, menos tributação e despesas fixas e variáveis. 

Para a margem líquida:

Margem líquida = (lucro líquido após os tributos / receita total) x 100%

Então, mesmo que a margem de lucro bruto seja excelente, as despesas variáveis podem corroer toda a lucratividade. 

Somente com a margem líquida, você poderá identificar quanto realmente sobra da sua receita.

Portanto, não se engane quando entra R$ 100 no caixa. Após todos os descontos, ele pode se tornar apenas R$ 20.

Antes de tomar as decisões da sua empresa, calcule a margem de lucro real que está tendo. Como disse no início, muitos empresários se concentram apenas nos números do faturamento e não se atentam aos custos diretos e indiretos.

A saúde financeira de micro e pequenas empresas dependem da margem de lucro e a porcentagem de lucro ideal irá depender de uma série de fatores.

Não espere uma margem de lucro com valores próximos de 100%. Um negócio sustentável financeiramente trabalha com uma margem a partir de 20% para o setor de serviços e de 8% para as indústrias. Isso, porque, micro e pequenas empresas possuem menores necessidades operacionais.

Caso sua empresa esteja longe desses referenciais, analise o que está corroendo sua margem de lucro e tome medidas para aumentar o lucro, pois ele é crucial para a manutenção da saúde financeira de toda empresa.

Sacrificar a qualidade do seu produto para tentar alcançar uma margem de lucro maior é um tiro no pé. Ao invés disso, invista em uma gestão eficiente.

Com o mercado competitivo você precisa mais do que nunca ter um controle financeiro eficiente. Para lhe auxiliar, conte com um software de gestão empresarial e otimize sua rotina. 

Com menos erros e controle de todos os setores em um só lugar, você ganha tempo para traçar novos rumos para sua empresa.