PDSA - saiba como aplicar em sua startup 🗽 | Morettic

PDSA – saiba como aplicar em sua startup 🗽

porGuia de Investimentos

PDSA – saiba como aplicar em sua startup 🗽

Startup” é o nome que se dá para pequenas companhias ou empresas que estão iniciando as suas atividades e que estão explorando e testando atividades inovadoras dentro do mercado. Portanto, uma startup tem um intuito principal que consiste em se destacar com ideias novas.

É nesse sentido que a metodologia PDSA se mostra uma ferramenta de grande importância, tendo em vista que as startups geralmente ainda não possuem experiência o suficiente para saber se as suas estratégias darão certo ou não. E é sobre essa questão que o texto irá falar, tomando como exemplo uma startup que vende produtos em inox, como uma chapa de inox.

O que é o PDSA

PDSA é uma metodologia que consiste em quatro etapas básicas: 

  1. O P de “plan” (planejamento);
  2. O D de “do” (execução);
  3. O S de “study” (estudo);
  4. O A de “act” (ação). 

Assim, o PDSA é uma ferramenta de aprendizado que faz parte da gestão de qualidade das empresas, buscando ser um ciclo de melhoria contínua dos projetos e dos processos de uma firma. Dessa forma, o PDSA pode ser aplicado, por exemplo, em linhas de produção de um tanque de inox para que seja alcançada uma melhoria cada vez maior nesse processo.

A importância do PDSA se dá pelo fato de que ele não busca aplicar o simples método de tentativa e de erro em uma startup, o qual pode ser bastante ineficiente e custoso, mas sim um método de tentativa e de aprendizado. 

Portanto, o PDSA se baseia em realizar previsões por meio do estudo dos processos, garantindo que não seja necessário passar por problemas para verificar a existência de ineficiências em um processo. Isso porque perceber que a produção de conexões inox roscadas, por exemplo, está apresentando erro em alguma etapa pode prejudicar todo um processo, interrompendo o funcionamento da linha e, consequentemente, gerando prejuízos.

Assim, o PDSA se pauta, principalmente, nas práticas de estudo e análise. Isso permite que aprendizados possam ser agregados ao planejamento da empresa, possibilitando a aplicação do que foi aprendido em momentos posteriores. É por essa razão que o PDSA é algo indispensável para startups, já que essa metodologia é essencial para se estudar processos com um nível de complexidade maior, como é o caso das startups que ainda estão em fase de experimentação de ideias.

As etapas do PDSA

Como dito anteriormente, um ciclo PDSA funciona pautado em quatro aspectos essenciais: planejamento, execução, estudo e ação. Ele é um ciclo pois nunca tem fim.

Planejamento

A etapa do planejamento tem o intuito de definir objetivos de um determinado processo. Isso só é possível por meio da elaboração de questionamentos e de previsões do que pode vir a acontecer. Basicamente, essas perguntas são pautadas em “quem”, “o que”, “onde” e “quando”. Com isso, é possível verificar todas os fatores que estarão em pauta durante um processo, tais como a elaboração do projeto de um tanque industrial de inox, por exemplo.

Execução

Depois de se planejar, é hora de botar a mão na massa. É nesse momento em que tudo que foi definido no planejamento é colocado em ação. Assim, durante um processo, é necessário documentar os problemas que podem ter surgido, bem como os acontecimentos inesperados. Isso ocorre quando, por exemplo, a linha de produção de esferas de aço inox é interrompida, exigindo dos funcionários responsáveis a documentação do que ocorreu. Além disso, é nesse momento em que se inicia a análise dos dados obtidos.

Estudo

A etapa do estudo, como o nome indica, irá consistir em estudar os dados e os fatos observados durante a execução de um projeto. Portanto, os dados analisados anteriormente são complementados com outras informações e comparados com as previsões feitas. Após isso, é feito um resumo de tudo que foi aprendido. Nesta etapa, pode-se averiguar os motivos pelos quais as previsões do que deveria ocorrer durante a produção de uma cantoneira de aço inox, por exemplo, não se concretizaram.

Ação

Por último, tem-se a ação. Ou seja, tendo em vista tudo que foi analisado e aprendido, o que a empresa pode fazer para melhorar? Quais serão os objetivos do próximo ciclo de aprendizado? Isso tudo serve para gerar uma melhoria contínua dos processos. Assim, se a produção de um tubo schedule de inox deu errado, por exemplo, atitudes cabíveis serão tomadas para que isso não ocorra no futuro.

Portanto, verifica-se que o ciclo PDSA é uma ferramenta de suma importância para startups. Ela permite que essas empresas, muito propícias a riscos e ao desconhecido, adquiram maior consciência sobre as suas ações e a eficácia delas. Assim, o ciclo PDSA é capaz de ser aplicado em qualquer tipo de startup, desde um aplicativo novo até uma empresa produtora de armário em aço inox para cozinha industrial.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.